Cátia Goarmon | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Entrevistas

Cátia Goarmon

home-slider-top

Mais conhecida como Tia Cátia, tem um programa de culinária de sucesso na TV e acaba de lançar um livro delicioso

Cátia Goarmon deu os primeiros passos em público no concurso Master Chef. Teve de abandonar o programa devido a uma lesão, mas já tinha conquistado Portugal com o seu talento natural para a cozinha, a que se somavam uma simpatia e alegria genuínas. Era inevitável que as televisões a quisessem e o 24Kitchen desafiou-a para um programa, Os Segredos da Tia Cátia, que conta já com seis temporadas e conta também com a preferência dos portugueses. Entretanto, acaba de editar o seu segundo livro, Comida de Tacho (Casa das Letras), primoroso, delicioso, irresistível.

Lançou recentemente, Comida de Tacho (Casa das Letras). Pode falar-nos sobre este livro?
São mais de 90 receitas, todas de tacho. Sejam elas uma sopa, um prato de carne, de peixe, vegetariano ou mesmo uma sobremesa. Das receitas tradicionais às mais originais, retiradas das várias temporadas do programa Os Segredos da Tia Cátia, do canal 24Kitchen. Todas elas têm muito sabor e foram criadas com toda a dedicação e empenho para proporcionarem momentos de partilha e recordações carinhosas.

Qual é o apelo da comida de tacho?
Cozinhar no tacho permite-nos alterar a receita em qualquer momento, assim como acrescentar ingredientes de acordo com o número de convivas que temos para uma refeição. A minha mãe dizia sempre que, se aparecesse algum convidado de última hora, se acrescentaria água na sopa. E a verdade é que à nossa mesa havia sempre lugar para mais um, ou dois, ou três, ou quatro.

Mas nem só de receitas de tacho vive uma cozinheira. Onde estão as suas outras preferências?
Também adoro a comida de forno, a sua preparação, as marinadas. As saladas frescas, misturar ingredientes e fazer molhos a combinar.

Qual a sua filosofia na cozinha?
Ser destemida, não ter medo de inventar. Criar novas receitas para poder proporcionar aos outros momentos de prazer. Eu sou assim não só na cozinha em particular, como na vida em geral.

Em 2015, encerrado o capítulo profissional ligado à comunicação e marketing, começou a deliciar-nos com as suas receitas. Esperava o bom acolhimento que teve?
Não, fi-lo com o intuito de sustentar a minha família, ter uma nova profissão. Faço tudo com muita paixão, se calhar o segredo é esse.

Qual é o segredo para o sucesso do seu programa?
A paixão e seguramente a equipa que me acompanha. O ambiente das gravações é tão bom que me permite ser eu própria, ser genuína. O que se vê na televisão é o que eu sou fora dos ecrãs, com exceção da maquilhagem e dos cabelos que são muito melhores no programa.

Os segredos da Tia Cátia, no 24Kitchen, já conta com seis temporadas. Quantas mais estão para vir?
Eu espero que muitas mais, não sei se será sempre o mesmo formato de programa, mas ainda há muito para fazer e mostrar no universo gastronómico.

Está absolutamente à vontade em frente às câmaras. Nasceu, como costuma dizer-se, com o "bichinho da televisão"?
Se calhar, sim. Mas acho que não teria esse à-vontade se não tivesse vivido toda uma vida antes de começar na televisão, foi uma espécie de estágio em vários departamentos.

Um cuidado de beleza que nunca dispensa?
Meu Deus… tenho muito pouco cuidado… Mas como a idade não perdoa, vou começar agora, acho que ainda vou a tempo.

Em tempo de Natal, quais são os seus pratos preferidos?
Tudo o que seja comida de conforto, quentinha e com muito sabor.

Um destino que definitavemente a marcou?
Nova Iorque, porque tinha 17 anos e nessa idade as marcas ficam para sempre.

Quais são os seus pratos preferidos?
É como perguntar a uma mãe de qual dos filhos gosta mais.

Uma viagem para fazer em família na quadra natalícia?
Alentejo, numa casa com lareira e uma grande cozinha para poder fazer petiscos de manhã à noite para todos.

Restaurantes a não perder?
A minha casa, janto muito pouco fora.

Qual é o seu guilty pleaure?
Gelado, adoro gelados de tudo.

Uma paixão para a vida?
O meu marido e os meus filhos.

Lema de vida?
Ser feliz e contribuir para a felicidade de quem me rodeia.

Mais entrevistas