Vidago e Chaves | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Destinos

Vidago e Chaves

home-slider-top

Belezas que Trás-os-Montes oferece

Praças e ruas espaçosas, parques e jardins harmoniosos e desafogados, moradias imponentes, edifícios de fachada clássica realçados por construções modernas bem integradas, monumentos históricos de visita obrigatória, uma gastronomia rica e deliciosa... É assim Chaves, bela, sedutora, serena, banhada pelo rio Tâmega, a espinha dorsal da cidade e que a divide em dois bairros: o do Castelo, na margem direita, e o da Madalena, na margem oposta. Juntos, sem rivalidades, oferecem de braços abertos a quem os visita as inúmeras belezas que existem em Chaves – e não se julgue que são poucas. Deixamos-lhe, de seguida, algumas sugestões de locais a descobrir.

Ponte de Trajano.
É o mais famoso ex-líbris de Chaves. Obra de maior notoriedade deixada pelos romanos durante a sua ocupação da cidade, foi concluída entre finais do século I e princípios
do século II. Mede cerca de 150 metros e assenta  sobre arcos de volta perfeita em granito; há 12 arcos visíveis e mais seis soterrados em ambas as margens.

Igreja da Misericórdia.
Há quem a considere a mais bela igreja de Chaves. De estilo barroco, foi construída no século XVII. A fachada está decorada com pilastras e janelas, o interior, de uma só nave, tem as paredes inteiramente revestidas de azulejos do século XVIII, ilustrando cenas bíblicas. O altar é de talha dourada, profusamente decorado com querubins, cachos e volutas.

Castelo.
A Torre de Menagem e uma muralha são o que resta do antigo castelo de Chaves, arrasado no século XIII e reconstruído no século seguinte por D. Dinis. Em 1978 foi instalado um museu militar na Torre, com a exposição de armas, uniformes, plantas militares, bandeiras e troféus, desde a Idade Média até à atualidade.

Termas de Chaves.
Estas termas têm uma tradição que remonta ao Império Romano. Situadas na margem direita do rio Tâmega, ali brotam águas a 76ºC, bicarbonatadas e ricas em minerais, que ajudam a estimular as funções metabólicas e orgânicas. A envolvente paisagística natural do espaço convida ao descanso e à descoberta da natureza.

Museu de arte contemporânea Nadir Afonso
Inaugurado em julho de 2016, o museu encontra-se instalado num edifício projetado pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira. Neste espaço, constituído por um foyer, uma biblioteca, um auditório para cerca de cem pessoas, um bar e quatro salas de exposição, exibem-se em permanência obras do pintor Nadir Afonso e exposições temporárias de outras obras de arte contemporânea.

ONDE DORMIR

Forte de São Francisco Hotel
No cimo da mais alta e central colina da cidade ergue-se o antigo convento franciscano que foi também praça de armas ao longo da História e que hoje abre as portas ao público como um hotel de charme de referência na região de Trás-os-Montes. Este quatro estrelas de arquitetura castrense disponibiliza 54 quartos e quatro suites e um conjunto completo de serviços: restaurante, bar e taberna; campo polidesportivo, snooker e ping-pong; salas de reuniões e auditório e sala de banquetes; jardins, parque infantil e viveiro de aves exóticas; sauna, jacúzi e uma piscina exterior alojada numa das pontas amuralhadas que surpreende pela tranquilidade e pela vista que se estende sobre a cidade e até às montanhas circundantes, já em Espanha.

Vidago Palace Hotel
A cerca de 20 km de Chaves, rodeado pelo Parque Centenário, ergue-se este magnífico hotel, onde luxo, requinte, conforto e beleza andam de mãos dadas. Com uma atmosfera a fazer relembrar as grandes casas aristocráticas da Belle Époque, a nobreza do Vidago Palace Hotel sente-se de imediato, contaminando todos os espaços: desde a romântica e peculiar escadaria em madeira, às salas com tetos altos, passando pelas peças de arte em gesso e pelas grandes portadas com vista para o parque. Mas imperdível mesmo é o esplendor dos 70 quartos e suites distribuídos por quatro pisos, que revelam uma decoração intimista inspirada nas cores e na natureza da região. E também imperdível
é a gastronomia do majestoso Salão Nobre ou relaxar no moderno Spa Termal, cuja água mineral de Vidago – reconhecida pelas suas qualidades terapêuticas de exceção – é rainha. No parque, o campo de golfe estende-se ao longo de 18 buracos, ideais para a prática da modalidade. O hotel oferece ainda duas piscinas, uma exterior e outra interior, um ginásio, uma biblioteca,  quatro bares e outros tantos restaurantes, entre outras amenidades.

ONDE COMER

Salão nobre - Vidago Palace Hotel
O Salão Nobre, de dimensões imponentes, é uma das divisões mais importantes do Vidago Palace Hotel. Este Ball Room, o maior de todos os que existiam na época, era palco das festas mais luxuosas. Hoje, transformado num restaurante gourmet, é o local indicado para uma "viagem no tempo”, não só porque oferece um ambiente de época verdadeiramente fascinante, mas porque também recupera as tradições da gastronomia portuguesa sob a batuta e genialidade de uma cozinha de autor da responsabilidade do chef Vítor Matos. Usando produtos locais, este premiadíssimo chef apresenta pratos tradicionais do Norte de Portugal que foram desconstruídos e reinterpretados para oferecer uma amostra sofisticada do melhor cardápio da região.

Adega Faustino
Esta é uma casa com cerca de um século de existência onde se serve boa comida regional e caseira. O espaço é amplo, com grandes tonéis por detrás do balcão, mesas corridas de madeira e chão feito de calçada. Sobressai um balcão antigo, feito há mais de 60 anos, e uma imponente estrutura de madeira que suporta o telhado. A Adega Faustino além de ser um restaurante típico, possui também um pequeno museu com toda a sua história, uma galeria de arte e, por vezes, proporciona maravilhosas noites de fado. Hoje, os portões de ferro guardam uma referência da gastronomia flaviense a preços convidativos. Os petiscos regionais são proposta segura, a começar nos bolos de bacalhau,
passando pela alheira e pelo presunto de Chaves, pelo bacalhau assado, pela vitela à barrosã, pela orelha com molho vinagrete, pelos rojões do redanho, pelo bife de fígado com bacon ou pelos rins salteados. Por fim, mas não menos importante, conte com um serviço do mais simpático e hospitaleiro que há. Pastelaria Maria. É uma casa conhecida
não só na cidade de Chaves mas também a nível nacional, pois com mais de 50 anos de existência é considerada um dos ex-libris de Trás-Os-Montes pelo delicioso folar de carne e pelos genuínos e ancestrais pastéis de Chaves. Além destas duas especialidades, a Pastelaria Maria deleita ainda o paladar com bolas e empadas de carne, folares de Chaves, pastéis de chila, natas, suspiros, cocos e muitos outros doces variados.

INFORMAÇÕES

Forte de São Francisco
R. do Terreiro da Cavalaria, Chaves;
Tel.: 276 333 700

Vidago Palace Hotel e Salão Nobre
Parque de Vidago, Apartado 16, Vidago
Tel.: 276 990 920

Adega Faustino
Travessa Cândido Reis, Chaves
Tel.: 276 322 142

Pastelaria Maria
Largo do Município, 4, Chaves
Tel.: 276 324 139

Mais destinos