Facebook Serra da Arrábida | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Destinos

Serra da Arrábida

home-slider-top

Um paraíso feito de mar e serra

Destino de verão por excelência

De um lado o verde vibrante da serra, do outro o azul cristalino do mar: um binómio irresistível para os amantes da natureza e de paisagens deslumbrantes. A Serra da Arrábida, situada na margem norte do estuário do rio Sado, no distrito de Setúbal, é um destino obrigatório, sobretudo no verão, quando as suas praias de beleza ímpar se vestem de sol, águas serenas e areia dourada para receber os turistas que as visitam. Mas há mais para descobrir...

> Convento da Arrábida. Virado para o mar e quase escondido entre as árvores da vertente sul da serra, este convento, de arquitetura austera, foi fundado no século XVI por Frei Martinho, que erigiu a atual construção no local primitivamente ocupado pela Ermida da Memória.

Passeios pedestres. Ao percorrer a pé a complexa rede de trilhos ancestrais de pastores e carvoeiros, descobre-se a vegetação única e a geologia exuberante desta serra.

> Lapa de Santa Margarida. No caminho que dá acesso ao Portinho uma longa escadaria serpenteia a encosta até ao nível do mar para dar acesso a esta pequena gruta, que fica engrandecida pelo barulho das ondas. No interior, estalactites e estalagmites pedem para ser admiradas e é visível também o que resta de um altar.

> Portinho da Arrábida. Eleita como uma das Sete Maravilhas Naturais de Portugal, nesta calma baía de areal branco e fino o mar de águas cristalinas assume variados tons de azul.

> Figueirinha. De fácil acesso, esta praia possui águas tranquilas e um extenso areal que na maré baixa se prolonga mar adentro por uma língua de areia, dando origem a uma espécie de enseada, onde se costuma praticar windsurf.

> Galápos. Abrigada pelas arribas que a protegem de ventos e mantêm a tranquilidade das suas águas, esta praia é uma estreita faixa de areia banhada por um mar calmo, azul e transparente, ideal para nadar.

> Galapinhos. Praia tranquila, ideal para quem gosta de pequenos recantos abrigados entre as rochas.

ONDE FICAR

> Há Mar ao Luar. Localizada no topo da Serra de São Filipe, esta pousada dispõe de quartos espaçosos e elegantemente decorados com móveis tradicionais, todos eles com uma entrada privada. Possui uma piscina exterior.

> Pousada de Setúbal - São Filipe. A funcionar numa antiga fortaleza do século XVII, esta unidade tem quartos elegantemente concebidos e decorados, um restaurante e um bar. As vistas sobre o Sado são deslumbrantes.

A paisagem contrastante de serra e mar convida à descoberta desta parte da Costa Azul. A excelente gastronomia é outro polo de atração irresistível.

ONDE COMER

> Poço das Fontainhas. Estamos em frente ao mar, na estrada que nos leva para os viveiros onde medram as maravilhosas ostras de Setúbal. Também aqui as encontramos, tendo sempre garantida a frescura do que nos servem. Sentamo-nos na sala de dentro, compacta, ou no espaço envidraçado de entrada, onde temos a companhia da grelha. Também há bons arrozes.

> Casa das Tortas. Com o sugestivo nome de Casa das Tortas, foi aqui que nasceu o bolo de mão a que chamamos torta de Azeitão. Além disso, a grelha da casa é competente e a sala agradável, com ambiente caloroso. O prato estrela deste verão é o gaspacho à Tortas (receita na pag. 92).

> Champanheria. O nome deste espaço diz quase tudo. Só faltam as ostras, que surgem em menus desenvolvidos em torno da riqueza das mesmas, mas que vão bem além delas. Só temos de dar uma medida da fome que levamos, que logo se estabelecem menus matizados com ostras, peixes, mariscos e carnes. Destaque para o porco preto alentejano com ostras de Setúbal, com receita na página 92.

Mais destinos

Declaração de Cookies