Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Destinos

Santiago Hotel Cooking & Nature

home-slider-top

Em Santiago do Cacém

A pouco mais de 1h40 para sul de Lisboa e a cerca de 3h45 do Porto, abriu no ano passado, em Santiago do Cacém, o Santiago
Hotel Cooking & Nature, a primeira unidade hoteleira no Alentejo da DHM – Discovery Hotel Management e a sexta a marcar presença
em solo luso. Este quatro estrelas está localizado num local que oferece, provavelmente, uma das vistas mais desafogadas da cidade, com o castelo e o centro histórico em primeiro plano, e com o mar da costa alentejana a espreitar na linha do horizonte, em pano de fundo (as praias mais próximas, como São Torpes, Samoqueira e Vieirinha, ficam a pouco mais de 20 minutos).
O edifício branco, de arquitetura moderna e minimalista que não vai além dos dois andares, integra-se na paisagem circundante (o imóvel já existia, vinha com a assinatura de Francisco Aires Mateus e anteriormente fora o hotel Caminhos de Santiago, que esteve fechado durante quatro anos).
Cá fora, além de uma piscina generosa e convidativa, rodeada por espreguiçadeiras e sofás que oferecem alguma privacidade, há também
um jardim e um bar. No interior, o ambiente é belo e informal, e o balcão da receção chama desde logo a atenção, pois é um bar, com peças de cozinha penduradas a darem as boas-vindas a quem ali chega.

Mas se alguns aspetos da decoração podem surpreender, é o próprio conceito do hotel que mais chama a atenção, já que se assume como "um restaurante com quartos". Daí que não seja de admirar que o restaurante À Terra seja o grande protagonista deste espaço, com uma cozinha totalmente aberta em que é bem visível um enorme televisor a mostrar o que os cozinheiros fazem, como se se estivesse a assistir a um showcooking ao vivo. É o tal conceito diferenciador do Santiago Hotel Cooking & Nature, ancorado em formação culinária e experiências gastronómicas de excelência, privilegiando as atividades ligadas à culinária do it yourself (mas também aos desportos
de aventura), com o objetivo de envolver o cliente, desafiando-o a desligar-se da rotina. Todos os dias existem workshops gratuitos e pagos em que os hóspedes podem participar: cortes de legumes, fazer pizas, trabalhar com frango e peixe, fazer migas e bolinhos, provas de vinhos, ir ao mercado com o chef para escolher os ingredientes, cozinhá-los e degustá-los, aprender a fazer o autêntico caldo alentejano... Basta querer e aparecer na cozinha. Porque a diversão e a aprendizagem são garantidas. Mas não, dormir no Santiago Hotel Cooking & Nature não é dormir num restaurante com quartos. Porque neste boutique hotel existem 31  quartos e uma suite que convidam ao descanso e a noites bem passadas. Luminosos, decorados em tons de branco e azuis-claros, com toques mais quentes de algum mobiliário em verga, pela decoradora e designer de interiores Pureza Magalhães, oferecem ainda um kit de cozinha, com avental e utensílios, a desafiar os hóspedes a participar nos workshops.

ONDE COMER
À TERRA. Como atrás foi referido, este é o restaurante do Santiago Hotel Cooking & Nature, que é dirigido pelo chef Diogo Águas. Mais do que um restaurante, o À Terra é uma forma de vida. Inspirado nos frutos da natureza, num regresso às origens e ao genuíno, sinta-se à vontade para conhecer este lugar acolhedor, onde se serve com amor e se cozinha com a mão no
coração. À Terra é um espaço de cozinha caseira, deliciosa, saudável e rústica, tem por base um conceito de partilha e serviço contínuo e usa vários ingredientes locais na sua base. Os hambúrgueres e as pizas, feitas num forno a lenha, garantem uma dose generosa de comida
confortável. O peixe é outra das especialidades. Mas há muito mais por onde escolher. Sempre num clima de informalidade.

MERCADO À MESA. Inspirado no edifício em que se integra, o Mercado à Mesa, propriedade de Nuno Santos, está instalado no primeiro andar do Mercado Municipal de Santiago do Cacém e no local onde outrora se vendia o peixe, surge agora um espaço que é já uma referência de qualidade na região. Gastronomia tradicional, pratos sazonais, sabores frescos e de fazer crescer água na boca é o que se pode encontrar neste restaurante, inovador pela sua localização, conceito e decoração. Inicie a sua refeição com uns cogumelos recheados com camarão, opte depois por uma empada de perdiz, pelo bife à lagar com esparregado, pelo creme de cação  ou pelo polvo à lagareiro com batata e grelos. Para acompanhar, nada como uma sangria de vinho tinto.

INFORMAÇÕES

Santiago Hotel Cooking & Nature
R. Cidade de Beja, Santiago do Cacém; Tel.: 269 249 900

À terra
R. Cidade de Beja, Santiago do Cacém; Tel.: 269 249 900

Mercado à mesa
Praça do Mercado, Santiago do Cacém; Tel.: 269 823 257

Mais destinos