Linhares da Beira | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Destinos

Linhares da Beira

home-slider-top

Um verdadeiro museu ao ar livre

Com um passado histórico rico e bem guardado até aos nossos dias, magníficas paisagens montanhosas de ar puro e águas frescas e cristalinas e boa gastronomia, a aldeia de Linhares da Beira é um destino a não perder.

Linhares localiza-se na Beira Alta no concelho de Celorico da Beira em pleno Parque Natural da Serra da Estrela. Para lá chegar, a melhor opção é o automóvel. A partir de Lisboa ou do Porto, apanhe a IP5 até Celorico da Beira. Aí chegado, enverede pela EN 17 até Carrapichana, vire depois à esquerda e siga pela estrada municipal para Linhares.

Passear pela História

Linhares da Beira terá tido origem num pequeno castro lusitano. De facto, os Montes Hermínios (então o nome lusitano da Serra da Estrela), com as suas pastagens, abundância de águas e o enquadramento protetor da montanha eram um dos locais habitados por este povo. O linho, que foi noutros tempos uma das mais importantes culturas da região, estará na origem do nome Linhares, literalmente “campo de linho”.

Invadida por visigodos e muçulmanos que lhe reconheceram a excelente localização de vigia sobre as terras em redor, Linhares passou a ser definitivamente portuguesa no tempo de D. Afonso Henriques, que lhe outorgou o primeiro foral em 1169.

Um passeio pela povoação revela um harmonioso conjunto de construções cheio de encanto, onde as casas simples em granito convivem com alguns solares que preservam sinais de uma nobreza antiga. Do seu património histórico destaca-se a Calçada Romana, que ligava Linhares a Mangualde, a igreja, fundada em 1576, onde ainda se celebra a missa e a Igreja Matriz, de raiz românica, erguida no século XII, mas reconstruída no século XVII.

É igualmente indispensável visitar o Pelourinho quinhentista em granito, decorado com motivos manuelinos e rematado pela esfera armilar, a Casa da Câmara, com as armas reais de Dona Maria, o solar Corte Real, construção barroca do século XVIII, bem como uma rústica tribuna elevada sobre um banco em redor de uma mesa de pedra e que constitui exemplar único de um fórum medieval de onde se anunciavam à população as decisões comunitárias.

O conjunto da aldeia é encimado pelo castelo, assente sobre um enorme monte rochoso, de onde se abrange uma panorâmica de cortar a respiração. Foi construído em 1291, durante o reinado de Dom Dinis e classificado como Monumento Nacional em 1922.

Onde ficar

Para conhecer bem Linhares e arredores o ideal é passar lá pelo menos um fim de semana, pelo que encontrar alojamento para pernoitar se torna uma necessidade incontornável. 

Uma das opções é a Quinta do Lagar da Moira, em Gouveia. Propriedade de Elisa Figueira, esta unidade de turismo rural, erigida num antigo lagar de azeite do início do século XX, está inserida numa propriedade agrícola e é percorrida por uma ribeira. O espaço foi totalmente recuperado, mantendo a sua traça e conjugando com harmonia materiais antigos e modernos. A casa possui quatro quartos, sala de estar e cozinha.

No Mogadouro, encontra a Casa do Mogadouro. Construída no primeiro quartel do século XIX, foi depois adquirida pela família de Júlio Gomes Patrício que transformou as suas antigas dependências agrícolas em alojamentos turísticos. A casa, que tem Vítor Patrício ao leme, dispõe de duas salas de convívio, uma sala de lazer, uma cozinha e seis confortáveis quartos. No exterior, existe um jardim, uma piscina e um campo de ténis, tudo rodeado pela placidez e beleza da paisagem serrana. 

Se pretender ficar na aldeia, pode optar pelo imponente Solar de Linhares, agora transformado em pousada da Inatel e que conta com a direção de Ana Martins. A unidade dispõe de 26 quartos totalmente equipados, bar, piscina, campo de ténis, sala de reuniões, wi-fi e parque de estacionamento privativo.

Onde comer

Em Linhares os estômagos confortam-se e os apetites acalmam-se com receitas de excelência e produtos gastronómicos locais irresistíveis servidos nos restaurantes da zona.

Localizada no centro da zona histórica da aldeia e alojada numa casa típica da região, a Taberna do Alcaide, propriedade de Armando Neves, é um espaço de petiscos e de pratos mais substanciais, que privilegia a gastronomia desta região serrana e recria tradições, como a de cozinhar à lareira, aos olhos dos clientes, usando produtos e técnicas locais. Ali pode experimentar a bacalhoada à lagareiro, o borrego de Linhares e o arroz doce da ceifa na cesta, entre muitas outras iguarias que lhe ficarão na memória.

Paulo Mimoso preside aos destinos da Cova da Loba, um restaurante que nasceu numa antiga 

Num ambiente de paisagem de montanha, percorrida por ribeiros e levadas de água pura e cristalina, Linhares e arredores oferecem alojamento de excelência.
 
Casas de granito com história e com a traça preservada servem agora para uns dias de descanso bem passados.

casa de pedra recuperada e que surpreende pela nova roupagem que imprime à gastronomia da região, fruto da mestria e saber do chefe Sílvio Martins. O espaço é acolhedor, moderno e com um toque de rusticidade que o torna único e convidativo. Burras de porco preto estufadas com castanhas e cogumelos em centeio, cabritinho da serra grelhado com salteado de legumes e cogumelos e queijo da serra com compotas da terra são alguns dos pratos a experimentar e a repetir sempre que possível.

A seis quilómetros de Linhares, na Carrapichana, Marco Rosa abriu em 1998 o Escorropicha, Ana!, restaurante instalado numa pequena ca-sa em granito que rapidamente ganhou fama devido aos esmero com que os pratos ali são confecionados. Num ambiente rústico, os comensais podem deliciar-se ali com sabores de fazer crescer água na boca, como o cabrito e o borrego grelhados, a marrã à moda da Carrapichana, a feijoada de javali, o bacalhau à Beira Alta e o e doce de abóbora com requeijão, entre muitos outros pratos.

Os estômagos confortam-se e os apetites acalmam-se com receitas de excelência, produtos gastronómicos e locais irresistíveis.

Moradas

Taberna do Alcaide

Rua Direita, 6360-080
Linhares da Beira
Tel.: 271 776 578

Cova da Loba 

Largo da Igreja, 6360-080 Linhares da Beira 

Tel.: 271 776 119 

Escorropicha, Ana! 

Largo da Feira, 6360-040 Carrapichana

Tel.: 271 776 691

Quinta do Lagar da Moira 

Quinta da Moira, 6290-622
Gouveia

Tel.: 271 708 601

Casa do Mogadouro  

Mogadouro, 6360-100 Mesquitela 

Tel.: 271 776 283

Solar de Linhares, Inatel

Largo da Misericórdia, 6360-080 Linhares

Tel.: 271 776 081

Mais destinos