Azenhas do Mar | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Destinos

Azenhas do Mar

home-slider-top

Uma aldeia perto de Sintra que parece um postal ilustrado

Tem ar de postal ilustrado, com pitorescas casas brancas que se destacam contra o céu azul no alto da falésia e que descem em cascata quase até à espuma das ondas que batem contra as rochas ou que deslizam pelo areal da praia, onde a beleza da piscina natural não passa despercebida.
As Azenhas do Mar, uma das aldeias mais típicas de Portugal, está localizada a cerca de 10 quilómetros de Sintra e é um pequeno tesouro que vale a pena descobrir. O seu encanto já há muito que é conhecido e nem à realeza foi indiferente, pois o rei D. Carlos I e as rainhas D. Amélia e D. Maria Pia fizeram desta localidade um dos seus locais de férias. Além disso, serviu de inspiração para pintores como Júlio Pomar, Paula Campos e Alfredo Keil e para escritores como Vergílio Ferreira e Saramago.
Ruas estreias, pátios, becos e largos devem ser percorridos calmamente, ao ritmo da brisa marítima. Uma pausa aqui para ver a escola primária, construída em 1927 e que serviu de modelo aos edifícios das escolas primárias do Estado Novo; outra ali para visitar a capela de S. Lourenço, o padroeiro da aldeia; ainda mais outra para ver o Atlântico a partir do miradouro. Depois, é tempo de pensar onde passar a noite e onde satisfazer o apetite certamente aumentado pelo passeio.

ONDE FICAR
AZEN COOL HOUSE. Uma casa alugada durante muito tempo a uma família e depois desocupada durante dois anos deu origem a um Bed & Breakfast onde apatece estar. A casa era dos avós de Samanta Coelho que, juntamente com o pai e o irmão, decidiu apostar na aventura da hotelaria e, após meter mãos à obra para efetuar remodelações e melhoramentos, abriu as portas da Azen Cool House há dois anos e meio.
Foi uma boa aposta. O espaço, situado a menos de dois quilómetros das Azenhas do Mar, tem tudo para agradar: decoração contemporânea com atenção aos pormenores, conforto, luminosidade, vários espaços e tipos de entretenimento e a simpatia de quem recebe. É como ir passar férias longe de casa sem sair de casa, num ambiente acolhedor.
Suites, são quatro, às quais se junta um quarto familiar para seis pessoas. Há também uma sala de jogos, um ginásio, uma esplanada coberta e um espaço exterior com piscina, padel court, pit fire e muito mais. As estadias, como o tipo de alojamento indica, incluem pequeno-almoço. E, não é demais relembrar, que nesta zona os invernos também são excelentes para uns dias de descanso.

ONDE COMER
AZENHAS DO MAR, RESTAURANTE E PISCINAS. Fica na falésia, sobranceiro à piscina natural na praia e tem uma vista deslumbrante sobre o oceano. Com sala interior e esplanada, neste restaurante as refeições feitas à base do que o mar oferece são a especialidade. Há sempre percebes, recolhidos a dois passos, do fundo das rochas, deliciosas amêijoas à Bulhão Pato, ostras e bruxas, cadelinhas fritas, tagliatelli de vieira com camarão tigre, polvo assado no carvão com batatinhas assadas e legumes ou lombo de lagosta com risoto de camarão e basílico. E para adoçar a boca, bolo de chocolate, da tarte de maçã ou da mousse de maracujá.
BAR DO FUNDO. Chama-se assim porque é o bar localizado mais ao fundo na estrada marginal da Praia Grande. De verão ou de inverno, dentro ou fora de portas, na esplanada, é um espaço onde se pode petiscar, almoçar ou jantar com a beleza da paisagem a encantar os sentidos. Carpaccio de novilho, mexilhões à espanhola, bife de atum à casa e cheesecake com molho de framboesa são pratos a experimentar.

Mais destinos