Pera Rocha do Oeste | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Alimento Autêntico

Pera Rocha do Oeste

home-slider-top

Um fruto sumarento, doce e crocante

Nas lojas Continente, só encontra peras Rocha do Oeste com Denominação de Origem Protegida.

Nem todos os frutos têm a sua história de origem documentada. A pera Rocha do Oeste tem-na e está contada de uma forma resumida no site da Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural ou mais detalhadamente no site da Associação de Produtores de Pera Rocha. E reza assim:
Corria o ano de 1836 quando Pedro António Rocha descobriu, por acaso, uma pereira diferente na Fazenda Rocha, propriedade que possuía no lugar da Ribeira de Sintra, perto de Lisboa.
Orgulhoso de possuir frutos únicos e de qualidade invulgar, todos os anos em setembro, convidava os amigos a deliciarem-se com as peras. Foi assim que a variedade se espalhou e ganhou fama. Em homenagem ao seu proprietário, este fruto passou a ser denominado de pera Rocha.
O seu reconhecimento oficial, no entanto, só aconteceria 90 anos depois, durante o 2.º Congresso Nacional de Pomologia, em Alcobaça, conforme consta no Arquivo dos Trabalhos deste evento.

ÀREA DE PRODUÇÃO
A pera Rocha do Oeste foi reconhecida em 2003 como Denominação de Origem Protegida (DOP), selo da União Europeia que certifica a qualidade e tradição de produtos alimentares e agrícolas. O selo garante que a produção se faz num território específico e que todo o seu processo se rege por regras e saberes certificados. A produção da pera Rocha do Oeste DOP está circunscrita a 29 concelhos da região* e o seu cultivo é feito em cerca de 10 mil hectares de terreno que produzem, em média, 173 mil toneladas deste fruto anualmente.
O Oeste tem condições ímpares para esta cultura, determinantes para dar a cor, textura e sabor únicos à pera Rocha. O clima, o relevo, a humidade do ar, o tipo de solo, o vento e a proximidade do mar têm um papel preponderante no que se refere às características físicas, químicas e sensoriais deste fruto.

NAS LOJAS CONTINENTE
As peras Rocha comercializadas nas frutarias das lojas Continente são todas DOP Oeste, provenientes de pomares selecionados. Ao adquirir este fruto, saiba que:

  • Trata-se de uma pera de epiderme amarelada com pigmentos castanhos, textura firme, doce e crocante, que fica fundente e macia com o tempo. De polpa branca, granulosa, muito sumarenta e de perfume ligeiramente acentuado, é uma variedade exclusivamente portuguesa apreciada não só no nosso país, mas exportada para toda a Europa e alguns países de África.
  • Esta pera tem uma grande capacidade de conservação, que é potenciada caso haja atenção e cuidado no processo quer de apanha quer de transporte.
  • Como qualquer produto DOP, a pera Rocha e a sua qualidade deve muito às condições e clima da região, à escolha dos solos e à implantação e cuidado dos pomares. Também a colheita obedece a regras e tempos próprios.

BENEFÍCIOS
Regulação do trânsito intestinal. A pera apresenta um alto teor em fibra, um nutriente importante para o bom funcionamento da microflora dos intestinos e que contribui, por isso, para a regulação do trânsito intestinal.
Controlo do apetite. É também o seu alto teor em fibra que contribui para promover a sensação de saciedade e controlar o apetite entre as refeições.
Para bebés. Por ser simples e de fácil digestão, a pera é dos primeiros frutos a ser introduzido na alimentação dos bebés.


*Sintra, Mafra, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço, Alenquer, Vila Franca de Xira, Azambuja, Torres Vedras, Cartaxo, Lourinhã, Bombarral, Cadaval, Santarém, Rio Maior, Peniche, Óbidos, Caldas da Rainha, Torres Novas, Alcanena, Alcobaça, Nazaré, Porto de Mós, Batalha, Tomar, Ferreira do Zêzere, Vila Nova de Ourém, Leiria, Marinha Grande e Pombal.

COMO ESCOLHER
Ao escolher peras Rocha, prefira as de casca firme, sem contusões, manchas e picadas de insetos.

COMO CONSERVAR
Se gostar de peras macias (fundentes), deve guardá-las na fruteira até terem a consistência que prefere. Se gostar de peras rijas, deve guardá-las no frigorífico, na zona inferior, na gaveta das frutas e vegetais.

COMO CONSUMIR
A pera rocha, consumida sobretudo ao natural, também pode ser utilizada em tortas, compotas, geleias, mousses e cremes. Em pratos salgados, é excelente para acompanhar queijos de sabor picante ou forte.

Mais alimentos