Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:

Alimento Autêntico

Pão

home-slider-top

Para Todos os Gostos

Para Todos os Gostos

O pão resulta da cozedura de uma massa que geralmente é preparada com farinha de trigo, centeio e/ou milho à qual se adiciona água, sal, fermento e outros ingredientes que possam enriquecer esta mistura. Conta-se que foram os egípcios o primeiro povo a usar fornos de barro para cozer pão e os responsáveis pela descoberta do fermento, transformando-o, definitivamente, de um artigo seco e não levedado (ázimo), num produto apetitoso, com uma massa leve e fofa. Ao longo do tempo, foram criadas várias versões deste alimento com tanta história, que variam de região para região em formatos e sabores. A cozedura também contribui para as diferentes características do pão, pois podem ser utilizados fornos elétricos ou de alvenaria (com tijolos).
Hoje em dia, o pão é um alimento essencial na mesa dos portugueses, fazendo parte de todos os momentos do nosso dia, desde o pequeno-almoço, passando pelo almoço e lanche.

Os tipos mais comuns

Pão de Trigo. É produzido com farinhas resultantes da moagem do grão de trigo. Podem ser utilizadas farinhas mais ou menos refinadas, com mais ou menos casca, obtendo-se assim pães mais escuros ou mais claros.
Pão Integral. É composto por farinhas integrais, ou seja, farinhas completas às quais
não foram retirados quaisquer constituintes, contendo assim toda a casca do cereal.
Pão de Mistura. É produzido com farinhas de trigo, à qual se junta em menor proporção farinha de outros cereais, sendo a mais comum a de centeio.
Pão de Centeio . É composto por farinhas de centeio e trigo, sendo a primeira utilizada
em maior proporção.
Pão de Milho . Também conhecido como broa de milho, é elaborado com farinha de milho e farinha de trigo. Também pode conter farinha de centeio, embora seja menos usual.
Pão Regional. É um produto baseado em receitas ancestrais, influenciadas pela produção de cereais e pelo meio ambiente da região, muitas vezes associadas a costumes e culturas locais.

O nosso Pão

No Continente temos a melhor seleção de pão que pode encontrar em Portugal! Oferecemos todos os dias aos nossos clientes uma gama alargada e muito diversificada. Desde os mais tradicionais pães regionais a uma deliciosa variedade de novas receitas, muitas exclusivas Sonae, a nossa oferta é rica e diversificada,No Continente temos a melhor seleção de pão que pode encontrar em Portugal! Oferecemos todos os dias aos nossos clientes uma gama alargada e muito diversificada. Desde os mais tradicionais pães regionais a uma deliciosa variedade de novas receitas, muitas exclusivas Sonae, a nossa oferta é rica e diversificada, através da introdução permanente de novos sabores e texturas. Venha daí conhecer os nossos maravilhosos pães!

Pães Regionais

Num país tão rico como o nosso, cheio de sabores com tradição, cada região tem a sua história. No Continente, tem à sua disposição o melhor pão de várias regiões onde a tradição apurou receitas de excelência, o qual é entregue diariamente nas nossas lojas.
Os pães provenientes de uma região, por vezes de uma cidade específica, são chamados de pães regionais. Diferenciam-se pela forma, cor, gosto e textura do miolo e aspeto da côdea. Broa de Avintes: pão castanho-escuro e muito denso, com um sabor distinto e intenso, agridoce, feito com farinha de centeio e de milho.
Broa de milho: broa típica, rica em cor e sabor a milho. Produto típico do norte de Portugal.
Pão alentejano: pão de côdea rija e grossa, miolo compacto e de sabor com alguma acidez.
Pão de Mafra: pão de massa muito hidratada, cozido em forno de alvenaria.
Bolo do caco: pão de trigo de crosta fina, típico da região da Madeira.
Pão de rio Maior: pão regional de aspeto rústico, cozido a forno de lenha.

Pães Vários

Pães pequenos, leves e de miolo fofo, com côdea crocante e estaladiça, são predominantemente pães de farinha de trigo, de dose individual. Aprecie o bijou, tão tradicional a norte do país, a bola de mistura (de trigo e centeio), o cacetinho, original de França, a bola rústica com mistura de farinhas de trigo e o pão de bicos, com um formato original, com miolo leve e fofo, um sabor agradável e com côdea estaladiça.

Diferentes Formatos

Num formato muito prático para o seu dia-a-dia poderá optar pelas carcaças, um pão típico português feito com farinha de trigo, disponível em vários sabores: a carcaça tipicamente portuguesa; a carcaça integral, com farinha de trigo integral; a carcaça de passas, levemente doce devido ao sabor das passas; a carcaça de milho e girassol, com cobertura de flocos de milho; a carcaça de centeio da Baviera, com farinha de trigo, centeio e malte e uma cor escura típica dos pães alemães; a carcaça de soja, fonte de proteína; e a carcaça prokorn, constituída por farinha de centeio e malte, com sementes de girassol, milho painço, flocos e sementes de soja.
Opte também pelo formato de pães médios, a melhor forma de acompanhar uma refeição, nas variedades de milho e girassol, passas, centeio da Baviera, cereais e prokorn, pão ritmo, enriquecido com ómega 3, e o pão guloso, enriquecido no interior com ananás, pêssego e sultanas e com uma cobertura de flocos de aveia.

Pães de forma equilíbrio

Ideais para fazer sanduíches ou torradas, os pães de forma têm uma textura macia, são conhecidos como o "pão fofo" e apresentam vários sabores: fibras, com alto teor de fibras; integral, com farinha integral e miolo muito fofo; prokorn; o pão de forma com teor de sal reduzido, recomendado para quem tem hipertensão arterial; e o pão de sementes, com uma combinação de sementes de girassol, sésamo, linho, aveia e milho.

Composição

O pão pertence ao grupo dos cereais e derivados. Conheça a sua composição (referente ao pão de trigo) por cada 100 g de parte edível.

Energia: 289 kcal
Água: 26,2 g
Proteína: 8,4 g
Gordura total: 2,2 g
Hidratos de carbono: 57,3 g
Amido: 55,2 g
Fibra alimentar: 3,8 g
Niacina: 1,3 mg
Cinza: 2,09 g
Sódio: 610 mg
Potássio: 121 mg
Cálcio: 43 mg
Fósforo: 162 mg
Magnésio: 31 mg

Fonte : Tabela da Composição dos Alimentos, (Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge).

Mais alimentos