Melancia | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Alimento Autêntico

Melancia

home-slider-top

Um fruto refrescante, hidratante e saudável.

Impossível passar despercebida, sobretudo quando o calor aperta e a sede se faz
anunciar. Assim é a melancia, de polpa carnuda, suculenta e macia, verdadeiro bálsamo para todos os sentidos a que poucos são capazes de resistir, seja comida ao natural (a forma mais comum), ou transformada em sumos, saladas, smoothies, sorbets, gelados, cocktails, gelatinas, doces e geleias.

Origem

Da família do pepino, da abóbora e do melão, a melancia (Citrullus lanatus ) é originária das regiões secas de África, julga-se que do deserto do Kalahari, onde ainda continua a crescer selvagem. O antepassado da moderna melancia é uma planta resistente, tolerante à seca, valorizada pela sua capacidade
de armazenar água para as tribos que cruzam o deserto.
A sua domesticação terá começado no Egito há cerca de cinco mil anos, existindo hieróglifos gravados nas paredes de edifícios antigos que representam o cultivo deste fruto. Dali, a melancia foi levada por navios mercantes para os países ao longo do mar Mediterrâneo e por volta do século X já tinha chegado à China (que atualmente é o maior produtor mundial de melancias). No século XIII entrava na Europa, trazida pelos mouros, e depois conquistava a América, na época dos Descobrimentos.

Variedades

Embora existam dezenas de variedades de melancia, no nosso país somos grandes consumidores sobretudo de dois tipos: a de casca preta e a de casca riscada. Mas também a amarela, a sem sementes e a mini já começam a ter a preferência dos portugueses.
Fique a conhecê-las melhor e encontre-as no Continente:

Melancia preta: Possui formato Redondo e um peso que pode atingir os 15 kg. A casca é lisa e lustrosa, de um roxo muito escuro, a polpa é vermelha e as sementes podem ser pretas ou castanhas escuras.

Melancia riscada: É semelhante à preta, tendo como principais diferenças o formato, que é ovalado, e a casca, que é verde escura com nervuras de um verde mais claro. A
polpa é igualmente vermelha e as sementes podem ser pretas ou castanhas escuras.

Melancia amarela.  Tem um formato Redondo e é ligeiramente mais pequena que as
anteriores, podendo atingir um tamanho entre 25 e 60 cm. Tem a casca verde clara, lisa e lustrosa, com veios verdes escuros. A polpa é muito crocante e tem poucas ou nenhumas sementes de cor creme ou branca.

Melancia sem sementes.  Para quem as sementes poderiam constituir um impedimento para o consumo deste fruto, pode optar pela variedade sem sementes, mais cómoda e com o mesmo sabor e frescura.

Melancia mini: De formato redondo, tem casca verde escura e polpa vermelho-vivo. Os frutos têm entre 20 e 25 cm de diâmetro, pesam entre 3 e 4 kg e têm poucas sementes.

Benefícios

Hidratante: Composta por mais de 93% de água, torna-se um fruto ideal para hidratar o organismo. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Aberdeen, no Reino Unido, a melancia ocupa o primeiro lugar no ranking  das frutas que mais ajudam a previnir a desidratação.

Hipocalórica: Possuindo apenas 24 calorias por cada 100 g, a melancia é um alimento
saudável e nutritivo que pode incluir na sua alimentação diária.

Antioxidante.  Rica em licopeno, o carotenoide e antioxidante que lhe confere a
cor vermelha, ajuda a impedir e reparar os danos causados nas células pelos radicais
livres, é benéfica para a saúde cardiovascular e ajuda também a prevenir alguns tipos de cancro

Reguladora: Segundo um estudo da Texas A&M University, EUA, o fitonutriente presente na melancia que dá pelo nome de citrulina ao ser consumido é convertido em arginine pelo organismo e vai estimular a produção de ácido nítrico, essencial para a regulação do tónus vascular e para uma pressão arterial saudável.

Curiosidades

Na melancia tudo se aproveita: da casca podem fazer-se pickles, cataplasmas e comida para a criação; as sementes servem para fazer chá ou podem ser consumidas torradas ou fritas como aperitivo; a parte branca, junto à casca, é boa para usar em saladas.

O Livro dos Recordes do Guinness registou a melancia mais pesada do mundo, que foi cultivada por Lloyd Bright, de Arkadelphia, Arkansas, EUA, em 2005: o fruto pesava 121,93 kg.

Os egípcios da Antiguidade colocavam melancias nos túmulos dos faraós para que este pudessem alimentar-se na vida após a morte.

No Japão, na região de Shikoku, há cerca de 30 anos que se produzem melancias quadradas, embora só se tenham tornado famosas a nível mundial na última década. Para obter a forma quadrada, os frutos em fase de crescimento, ainda plantados, são colocados em caixas de vidro, sendo forçados a desenvolver-se adquirindo aquele formato.


Informação nutricional

Conheça a composição de melancia por cada 100 g de parte edível.

Energia: 24 kcal
Água: 93,6 g
Proteína: 0,4 g
Hidratos de carbono: 5,5 g
Fibra: 0,3 g
Vitamina A total: 50 μg
Caroteno: 300 mg
a-tocoferol: 0,10 mg
Tiamina: 0,020 mg
Riboflavina: 0,010 mg
Niacina: 0,10 mg
Vitamina B6: 0,14 mg
Vitamina C: 4,0 mg
Sódio: 4,0 mg
Potássio: 100 mg
Cálcio: 10 mg
Fósforo: 5,0 mg
Magnésio: 12 mg
Ferro: 0,3 mg

Fonte: Tabela da Composição dos Alimentos, Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.


Siga as sugestões dos especialistas

Escola de Perecíveis Continente

A escola de perecíveis Continente existe desde 2009 e forma todos os colaboradores das diferentes secções de frescos das lojas

1. Como escolher

A melancia deve ter bastante peso. Ao adquiri-la, escolha-a comparando dois frutos do mesmo tamanho, optando pelo que apresentar maior peso.
Para se saber se está boa por dentro, bata com os nós dos dedos na casca: se produzir um som oco, está boa para consumo. Outra forma é verificar se a mancha da casca que esteve em contacto direto com o solo, a “cama”, está amarela.
A melancia é um fruto que tem que ser colhido maduro, uma vez que a
sua qualidade não melhora após a colheita.

2. Como consumir

Habitualmente, a melancia consome-se ao natural, mas também é excelente em sumos, smoothies, doces, gelados e compotas.

3. Como conserver

A melancia conserva-se bem à temperatura ambiente, mas depois de aberta deve-se guardar no frigorífico, envolvida em película aderente.

Receita
Granita de Melancia

Ingredientes

melancia
2 limas (sumo)
chávena de açúcar

Preparação

Retire as sementes à melancia e corte-a em cubos. Coloque todos os ingredients num liquidifi cador e triture-os bem. Ponha o preparado num prato retangular fundo e leve-o ao congelador. Ao fi m de uma hora, retire-o do congelador e raspe-o com os dentes de um garfo para fazer um género de gelo picado.

Repita este processo de hora a hora até toda a mistura estar solta. Sirva em copos, decorado com rodelas de lima.

Mais alimentos