Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:

Concurso de vinhos
“Uva de Ouro 2015”

Atribuir prémios de prestígio ao setor vinícola

home-slider-top

Após o sucesso conquistado com a 2.ª edição do Concurso de Vinhos Uva de Ouro, o Continente, o Diário de Notícias, o Jornal de Notícias e a rádio TSF, associaram-se para lançar a sua 3.ª edição que à semelhança do ano passado, conta com o reconhecimento do Instituto da Vinha e do Vinho.

Esta iniciativa que valoriza o conhecimento e o consumo do vinho, foi idealizada para colocar, ao dispor de todos os consumidores, a possibilidade de adquirir regularmente, nas prateleiras do Continente, vinhos com medalhas Uva de Ouro. A democratização do acesso às medalhas é um dos desígnios estratégicos do projecto.

O reconhecimento do concurso de vinhos Uva de Ouro pelo Instituto da Vinha e do Vinho é mais um argumento de confiança para os consumidores.

Aníbal Coutinho, Diretor Técnico do Concurso de vinhos Uva de Ouro e enólogo do Continente fez uma cuidada avaliação de toda a gama de vinhos tranquilos (brancos, tintos e roses) e de vinhos fortificados. Foram selecionados aproximadamente 360 vinhos, que participaram numa prova cega certificada, que obedece a todas as regras internacionais. O resultado deste escrutínio elege os premiados Uva de Ouro 2015.

Os critérios técnicos aplicados para efetuar a pré-selecção de cerca de 360 vinhos foram:

1. Avaliação superior nos projectos editoriais de degustação e classificação de vinhos, da autoria do enólogo e crítico de vinhos Aníbal Coutinho.

2. Palmarés dos vinhos em concursos e revistas nacionais e internacionais.

3. Produção de qualidade em volumes significativos.

4. Selecção suficientemente ampla e representativa das regiões vinhateiras e dos seus produtores.

5. Preços moderados e aptos a um consumo regular dos vinhos.

6. Disponibilidade dos vinhos nos lineares dos supermercados e hipermercados Continente.

7. Representação da gama exclusiva selecionada pelo Continente.