Madeira e Açores | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Madeira e Açores

Conheça esta região vitivinícola e as caraterísticas das suas vinhas.

home-slider-top
Açores

O arquipélago dos Açores define-se pelos seus solos, de origem vulcânica, pouco espessos e relativamente recentes. O clima é temperado e caracteriza-se por variações de temperatura pouco significativas e chuvas abundantes, que se distribuem regularmente ao longo do ano. Apenas em três das nove ilhas, Terceira Pico e Graciosa, existem zonas demarcadas para vinhos brancos.

O ”Pico" é um vinho licoroso branco, produzido na Ilha com o mesmo nome a partir de uvas cultivadas em terrenos pedregosos; a área de vinha é muito reduzida e as parcelas são cercadas de pedra solta a que dão o nome de "currais", cuja finalidade é de proteger as plantas da ação dos ventos salgados, vindos do mar.
Na Ilha Graciosa produz-se o IPR "Graciosa", vinho branco resultante de videiras também cultivadas em "currais".
O prestigiado vinho licoroso branco "Biscoitos" é produzido na Ilha Terceira. A vinha é implantada em quadrículas (curraletas), separadas entre si por muros constituídos por pedras soltas (travessas) que a protegem dos ventos.
Assim sendo, as Denominações de Origem dos Açores são três: Graciosa, Biscoitos e Pico. Porém, desde 2004, também passou a ser possível a comercialização de vinhos com a denominação Vinho Regional Açores, cuja área geográfica de produção abrange todas as ilhas.
O vinho produzido nos Açores tornou-se famoso e foi largamente exportado, particularmente o produzido na Ilha do Pico, para todo o Norte da Europa e até para a Rússia. Depois da revolução bolchevique, em 1917, foram encontradas garrafas de Vinho Verdelho do Pico armazenadas nas caves dos antigos czares da Rússia. O generoso da ilha do Pico, é considerado o melhor vinho produzido na região.

 

Madeira

A Ilha Madeira foi descoberta por navegadores Portugueses em 1418 e cedo despertou o interesse do Infante D. Henrique que a considerou privilegiada para o plantio da vinha e da cana do açúcar.
As condições particulares do solo de origem vulcânica, na sua maioria basálticos, e a proximidade ao mar, associadas às condições climatéricas, em que os verões são quentes e húmidos e os invernos amenos, conferem ao vinho características únicas e singulares.
Os terrenos agrícolas caracterizam-se por declives muito acentuados que, regra geral, se encontram sob a forma de socalcos, designados por poios. A vinha está geralmente disposta em latadas ou ramadas, semelhante ao que encontramos no Minho.
A notoriedade mundial desta ilha deve-se, também, ao prestígio e fama conseguidos pelo magnífico vinho, que tem o seu nome.
A área geográfica correspondente à Denominação de Origem Controlada "Madeira" é coincidente com a área da Região Autónoma da Madeira apropriada à cultura da vinha e abrange as ilhas da Madeira e do Porto Santo.

Madeira e Açores