--- | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Blog

Vinho e... marisco

| Teresa Gomes

25-07-2019 12:07

O consumo de marisco é popular entre nós Portugueses, quem resiste a uns camarões cozidos? Embora outros continuam a ser sinónimo de luxo como a lagosta. A maior parte presta-se a ser cozinhado de diversas formas, cozido, ao vapor, grelhado mas o marisco é por vezes também utilizado em molhos, sopas ou saladas. E engane-se se pensa que são apenas um prato de verão.

Quando comprar o vinho não esqueça que além de “carnes” delicadas, no geral, o marisco como o camarão, caranguejo, sapateira (crustaceos) tem sabor doce, enquanto que nos mexilhões, berbigão, ostras (bivalves) há uma presença de sabor “a mar” (salgado). Se optar pela confecção mais simples, cozido ou ao vapor, pode sempre acompanhar com um clássico vinho branco da região do Vinho Verde. Vai encontrar na loja opções tentadoras como o Contemporal Alvarinho ou o Adega Ponte de Lima Escolha.

O verão quando passado entre a praia e a mesa, com petiscos onde reina o marisco, pede também por vinhos “multiusos”, vinhos que refrescam a boca mas enchem-na também de sabor. A opção por um vinho rosé costuma estar no meu topo da lista. São vinhos que têm a acidez de um branco e o caracter de aroma/sabor a puxar ao tinto. Aliados aos crustáceos há aqui um lado “doce” tanto na comida como no vinho que têm afinidade, depois a acidez do vinho refresca o harmonização. Pensando em regiões vinhateiras costeiras, sou a sugerir os vinhos rosés Vinha da Valentina Premium (Península de Setúbal) e o Valmaduro Premium (Lisboa),.

Se a sua preferência for para umas amêijoas ou mexilhões, um vinho branco fica sempre bem. As amêijoas à Bulhão Pato, como entrada ou petisco é um clássico português. Abertas em vinho branco, manteiga, alho e coentros, sem faltar o pão para molhar no molho. Precisamos de um vinho Branco como o Pedra no Gato Premium (Dão). Quem não gosta de mexilhões crus, ao vapor, de cebolada, panados ou gratinados? Quando confeccionados de forma ligeira sem muitos outros ingredientes, beba com um vinho branco com boa presença de boca. De outra forma porque não um tinto de corpo ligeiro como o Contemporal da Península de Setúbal?

Estamos na estação por excelência em que nos demoramos à mesa, faço-o com o bom copo de vinho na mão rodeado pela família e amigos. Boas férias!

,