--- | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Blog

Vinho e... comida japonesa

| Gourmets Amadores

23-10-2017 13:10

Sushi, sashimi ou temaki são palavras que entraram no léxico de quem passou a ter na cozinha japonesa mais uma opção de almoço ou jantar. Feita nossa por conta do muito que gostamos dos rolinhos coloridos, das tempuras crocantes ou das taças fumegantes de ramen, a comida do Japão que chega até nós é sujeita também ao hábito local de acompanhar a refeição com um copo de vinho. Contudo, a harmonização com os sabores fortes do molho de soja ou do wasabi e a delicadeza dos peixes e vegetais servidos ao natural não é fácil. Discussão aberta sobre as melhores combinações, com os brancos e os rosés a tomarem a dianteira mas sem esquecer os tintos.

Talvez a mais comum das escolhas japonesas, o sushi é bom companheiro de um copo de espumante rosé onde a Touriga Nacional participe ou de um Alvarinho, floral e cítrico, para realçar as texturas do arroz e do peixe. Já o sashimi de atum pisca o olho aos tintos jovens que, não sendo escolha óbvia, pode ser uma boa surpresa também para as adoradas gyosas, com recheios de carne ou cogumelos. Chegadas as tempuras, fruto de uma técnica de confeção deixada pelos portugueses durante os Descobrimentos, a cozinha nipónica torna-se uma cornucópia de vegetais e marisco envolto num polme leve e pede a frescura do vinho verde ou de um branco mais mineral: experimente-se um Encruzado do Dão para ligar novamente os dois países numa harmonização feliz. Para a sobremesa, quando imperam sabores especiais pouco açucarados como o sésamo, a pasta de feijão encarnado ou o chá verde, é hora de apelar ao doce de um Porto Ruby.

Na verdade o hábito europeu de servir vinho numa refeição de comida japonesa é apenas uma tentativa de escrever novos capítulos numa viagem há muito começada. Da mesma forma que os fios de ovos, as trouxas e o pão-de-ló se adaptaram ao saqué, bebida fermentado a partir do arroz, que faz parte da mesa dos japoneses, também nós nos apaixonámos pelo sushi e demais iguarias do país do sol nascente à boleia de um copo de vinho. Deixemos pois de lado o tradicional saqué e façamos brilhar os vinhos de castas portuguesas na próxima refeição de comida japonesa.

,