Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Blog

A tradição da Páscoa à mesa com pão e vinho

| Comer, Beber e Lazer

21-03-2018 12:03

A Páscoa é uma data religiosa, celebrando-se a ressurreição de Jesus Cristo, que ocorreu três dias após a sua morte na cruz. Sem dúvida, uma das principais comemorações realizadas pelo mundo Cristão.

Em Portugal, para além da vincada tradição religiosa, esta é também uma altura de marcada tipicidade na gastronomia, havendo lugar aos pratos e doces tradicionais da época e da inevitável companhia do vinho aos mesmos.

O peixe não costuma ser uma escolha frequente, excetuando o bacalhau na Sexta-feira Santa, sendo os pratos de carne os eleitos em muito devido ao período longo da Quaresma no qual se de praticar a abstinência de carne. Normalmente, o borrego e o cabrito são os preferidos, assados no forno, em ensopado ou de outras formas, poucos são os que lhes resistem. Depois há os pratos mais tradicionais de cada região. Na cidade do Porto e redondezas continua a ser popular o lombo de boi, também conhecido como “Boi da Páscoa” e pelas Beiras a Chanfana e o Leitão Assado são quem dita as escolhas.

Pelas terras mais frias de Trás-os-Montes, o delicioso Folar de Carne é presença obrigatória à mesa e no Alentejo são os pratos de cordeiro que que juntam às festividades entre outros.

Existe também muita doçaria associada a esta época, as amêndoas de açúcar, o pão-de-ló e o chocolate, em ovo e não só, compõem o ramalhete final.

O vinho é também presença assídua. O vinho tinto continua a ser o mais escolhido. Vinhos que irão casar com todos estes pratos. Aconselho os tintos para os pratos que forem à base de carne, de forno e de complexidade mais elaborada. Tinto encorpados, com boa acidez, normalmente da região de onde forem os pratos tradicionalmente confecionados. O Espumante da Bairrada não pode faltar para o leitão assado. Mesmo havendo quem selecione o espumante tinto, é com os brancos que me sinto mais feliz nesta ligação. Se optar pelo bacalhau no feriado de sexta-feira, não se esqueça de experimentar com um branco pleno de frescura e acidez para suportar o perfil mais untuoso destes pratos. E para a sobremesa, principalmente se esta tiver chocolate, não se esqueça de ter por perto um Porto LBV ou um Vintage Novo para fazer a maridagem. Já o pão-de-ló, bem molhadinho, prefiro acompanhá-lo com um Moscatel novo.

É altura de sentar à mesa em família, degustar todas estas delicias e brindar com um estrondoso tchim, tchim.

,