--- | Chef Continente
Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:
Dieta:

Blog

O vinho engorda?

| Comer, Beber e Lazer

24-04-2017 20:04

O vinho está na moda. Beber vinho e, mais importante, perceber de vinho ou perceber o vinho é cada vez mais um factor valorizado na nossa sociedade. Por outro lado, o que também está na moda é o estar Fit, ou seja, ter o peso certo e a condição física acertada para a idade. Desta forma, e tendo o consumo de vinho como primordial, torna-se necessário saber se o vinho engorda ou emagrece?

A verdade é que qualquer enófilo ou simples bebedor casual já fez esta pergunta pelo menos uma vez na vida. Principalmente nos momentos em que nota aquele excesso de peso antes de iniciar alguma dieta e fica receoso de poder ter de prescindir do consumo do néctar dos deuses. A chave para a resposta a esta questão está no factor moderação. Qualquer alimento, líquido ou sólido, quando consumido em excesso vai ser prejudicial à saúde e potenciador do aumento do peso. Numa dieta desequilibrada para os excessos haverá sempre a tendência para o aumento de peso.

O mesmo acontece com o vinho que, quanto mais alcoólico for, mais calorias terá e, dessa forma, mais sobrecarregará o corpo com o álcool e com o açúcar. A ingestão em excesso de licorosos ou fortificados será sempre mais prejudicial neste aspecto do que os vinhos tranquilos e espumosos. A forma moderada no consumo de vinho, de qualquer tipo de vinho, é determinante para que, para além dos antioxidantes presentes na bebida agirem de forma benéfica no nosso corpo, não haja também surpresas desagradáveis quando nos colocamos em cima de uma balança.

Quanto ao facto do consumo de vinho poder fazer perder peso e tendo apenas em conta que quando o bebemos o nosso corpo produz enzimas especificas para queimar o álcool que nos chega, podemos acreditar que esta diminuição até acontece, mas o número de calorias que se perdem nesse processo é tão diminuto que não seja a ser suficiente para haver a perca de peso desejada. A aposta deverá ser mesmo na moderação e não se esquecer que, na maior parte das vezes, o que engorda mesmo é o que juntamos no prato ao nosso copo de vinho.

,