Dificuldade:
Custo:
Tempo de Preparação:
Tipo de Refeição:
Ocasiões:
Chef:

Blog

De viagem com vinho na bagagem

| Comer, Beber e Lazer

26-07-2017 00:07

A caminho de mais uma viagem de férias e desta vez o vinho não pode ficar para trás. Uma semana fora de casa e por mais que se pense que quando se chegar ao destino haverá sempre um supermercado ou uma garrafeira que funcionará como a solução salvadora, sabemos muito bem que nem sempre assim é. Deste modo, nada como aplicar o velho ditado popular, aquele que diz que se vamos para o mar, aviamo-nos em terra.

Pois bem, numa primeira fase, tão importante ou mais como a escolha dos próprios vinhos, nunca nos devemos esquecer dos acessórios para poder desfrutar dos néctares escolhidos em toda a sua plenitude.

Muito importante: copos. Escolher um set de copos que seja bastante flexível. Um tipo de copo All In One, onde de espumante a licoroso se conseguirá sempre obter uma experiência razoável.

Não esquecer também um bom saca rolhas e juntar um de pinças, pois nunca se sabe quando o vai precisar e não é fácil encontrar um bom.

E como a temperatura dos vinhos é muito importante, juntar ao saco um frapê ou umas camisas refrigerantes consoante o espaço de transporte que tiver disponível.

Por fim, os vinhos. Não se esqueça que é verão. Privilegie os vinhos frescos e leves como espumantes, rosés, brancos e tintos mais abertos e menos corpulentos. Vinhos descontraídos para os poder beber em modo chill out, sozinho ou com os amigos, mas nada de muito complexo.

Os vinhos fortificados ou licorosos devem também fazer parte da escolha. O Porto Branco e o Moscatel podem já excelentes aperitivos, assim como, um Porto Tawny, um LBV ou um Madeira podem fazer um final de refeição inesquecível.

A receita ficará completa com muita boa disposição e muitos tchim, tchins entre cada copo.

,